Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/05/2009 - Agência Financeira Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Maioria dos portugueses não confere se notas são autênticas

Por: Rui Pedro Vieira

Só 10% fazem uma análise mais profunda.

Só 44% estão a par da existência de notas tintadas como medida anti-roubo

A maioria dos portugueses, 61,6 por cento, assume que não tem por hábito verificar as notas que recebe em trocos ou pagamentos para ver se são verdadeiras.

De acordo com o «Boletim Notas e Moedas de Abril 2009», divulgado esta quinta-feira pelo Banco de Portugal, 40% dos inquiridos afirmam verificar ou já ter verificado as notas que recebe, mas só uma pequena parte, na ordem dos 12%, o faz em todo o numerário que lhe passa pelas mãos.

Já 10% procedem a uma análise mais profunda quando esta se apresenta suspeita e 8% fá-lo esporadicamente.

O Banco de Portugal apurou ainda que o fenómeno das notas tintadas por acção de dispositivo anti-roubo ainda é desconhecido pela maioria dos portugueses. Segundo o mesmo boletim, só 44% dos inquiridos estão a par desta medida de segurança, em especial homens, de 25 a 54 anos, das classes A e B, residentes em Lisboa e Vale do Tejo. A mesma análise conclui ainda que apenas 7% aceitaria uma nota tintada como meio de pagamento.

O banco é a entidade à qual a grande maioria dos inquiridos recorre caso esteja na posse de uma nota suspeita ou claramente contrafeita, seguido da polícia.

Quanto à informação sobre notas e moedas, 60% dizem nunca ter recebido qualquer informação. A tendência é maior junto das mulheres e nas pessoas com 65 anos ou mais. Dos que conseguem obter dados sobre numerário, 11% obtiveram-nos em estabelecimentos comerciais e 10% no seu banco.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 240 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal