Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/05/2009 - Jornal da Cidade de Bauru Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso por estelionato em em Mato Grosso do Sul dava aulas em Bauru

Por: Maíra Soares


Está localizada em Bauru a sede nacional da Academia Força Extra (AFE), escola que oferece curso preparatório a adolescentes para ingresso nas escolas militares e cujo superintendente de instrução e comunicação, Daniel Moretto, foi preso em flagrante por estelionato, no último sábado, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul (MS), onde dava aulas. Já a escola de Bauru, na quadra 1 da rua Ezequiel Ramos, está fechada.

Vizinhos da escola informam que não há movimento no prédio há cerca de uma semana. O telefone do estabelecimento não atende. Segundo o delegado Adriano Garcia, da Delegacia Especializada de Repressão as Crimes contra as Relações de Consumo (Decon) de Campo Grande e que realizou a prisão no final de semana, Moretto não tinha nenhum curso de graduação, não possuía nenhuma relação com o Exército e muito menos o registro no Conselho Estadual de Educação do Estado.

A polícia estima que ele tenha ministrado cursos em outros 21 municípios brasileiros, a maioria do Interior de São Paulo. A AFE se apresentava como um curso preparatório para os interessados em ingressar nas escolas, academias e colégios militares. O público alvo da empresa, segundo dados apurados pela polícia do Mato Grosso do Sul, era adolescentes entre 13 e 17 anos.

As inscrições no curso custavam R$ 30,00 e davam direito ao aluno fazer uma prova. De acordo com o delegado, as perguntas eram fáceis e todos conseguiam passar no teste. A partir de então, havia um investimento de mais três parcelas de R$ 120,00. Também vendido um DVD que ensinava táticas militares por R$10,00. O conteúdo foi retirado de um site que reproduz vídeos na Internet.

Garcia estima que mais de 400 alunos tenham sido lesados só no Mato Grosso do Sul. Em Bauru, a AFE funcionava no segundo andar de um prédio na rua Ezequiel Ramos. A reportagem visitou o local e tentou fazer contato pelos telefones informados no site da academia, mas a instituição estava fechada e as chamadas não foram atendidas.

A última modificação na página on line da escola foi um aviso direcionado aos alunos informando a transferência do horário de uma aula que seria realizada no sábado, no Jardim Botânico de Bauru.

Glaucia Valente de Souza, funcionária de uma loja na mesma rua, diz que o movimento era intenso na escola. “Tinha muito aluno, mas desde a semana passada eles não aparecem mais por aqui”, afirma. Não se sabe se a academia foi fechada ou se apenas não estava funcionando na data de ontem, uma vez que as aulas eram ministradas às terças, quintas e sábados.

O registro da empresa no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) está no nome de uma terceira pessoa, que seria parente de Moretto. A atividade econômica apontada no cadastro é comércio varejista de artigos de vestuário, acessórios e artigos de papelaria. De acordo com Garcia, havia, inclusive, uma ordem de despejo para que a academia desocupasse o prédio em Bauru.

Daniel continua preso em Campo Grande, onde será indiciado por estelionato. Em Bauru, até ontem, não haviam sido registradas ocorrências na polícia ou no Procon contra Moretto ou a AFE. A família do acusado não foi encontrada pela reportagem.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 473 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal