Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/05/2009 - Região Noroeste Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresa de vendas pela internet é denunciada por suposta fraude em compras online


Fazer compras pela internet não é mais tão seguro assim. Vitimas de possíveis fraudes fiscais começam a aparecer aos montes em diversos pontos do território nacional. Boletos clonados estariam desviando materiais comprados on-line e sendo receptados por uma suposta quadrilha.

Segundo denuncias, uma quadrilha vem usando o Código de Barra e Numeração de boletos da B2W Companhia Global do Varejo. Gerando um boleto clone. Assim, quando o pagamento é realizado e um produto comprado no site da referida loja, na verdade o usuário acaba pagando um produto da B2W que será entregue para alguém dessa quadrilha.

A B2W Companhia Global do Varejo é a maior empresa do comércio varejista on-line do Brasil, fusão entre Americanas.com, Submarino.com e Shoptime.com.

O Golpe

Segundo um dos denunciantes, no último dia 08 de maio, foram comprados 3 laptops ( cujo valores somados chegam próximo aos R$ 7 mil) no site da empresa Atual Importação (www.atualimportacao.com).

“Quando fomos efetuar o pagamento (cópia dos boletos e comprovantes em anexo) percebemos que o cedente não era Atual Importação mas B2W COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO, o que nos fez desconfiar da negociação”, diz um dos denunciantes.

Desconfiados da transação, os denunciantes encontraram em um fórum de discussão da internet referente à empresa Atual Importação, onde encontraram mais pessoas lesadas pelo mesmo motivo. Uma quadrilha estaria usando o código de barra e os números do boleto da B2W COMPANHIA GLOBAL DO VAREJO e clonando em um boleto falso para que as pessoas efetuem pagamentos de produtos em benefício deles.

“Tentamos entrar em contato por telefone e por e-mail com a atual importação e eles, ou não atendem ou vem com respostas inconsistentes. Para se ter uma idéia o site ( www.atualimportacao.com ) ainda está no ar, eles ainda mantém contato on-line e por e-mail com as pessoas e continuam atendendo e vendendo normalmente. Eles continuam lá na maior cara de pau mesmo com tantas reclamações”, diz José Manzano um dos lesados pela suposta fraude.

Investigações preliminares e providencias

O levantamento dos denunciantes, residentes em Salgueiro-PE, chegou até um numero de conta onde o dinheiro dos boletos é desviado, a cidade fica no Estado de Goiás e encontra-se bloqueada. Já no site da empresa Atual Importação consta o endereço em Minas Gerais.

Os denunciantes ainda cobram para que a empresa B2W informe qual o nome , código de rastreio e endereço da pessoa que comprou os produtos referentes aos 3 boletos pagos, além do reembolso dos valores pagos caso os aparelhos não sejam interceptados na entrega.

“Também esperamos que a B2W tome alguma providência junto a polícia federal para tentar interceptar estes produtos, caso já tenham enviado, e tentar de alguma forma punir este bandido ou quadrilha. É necessário que as autoridades responsáveis realizem uma investigação mais profunda do caso para que a justiça seja feita o mais rápido possível”, finaliza Manzano.

Ação da Policia

A Policia Federal deve iniciar as investigações sobre o caso essa semana, onde poderá investigar possíveis células da suposta quadrilha no Estado de São Paulo.

Também, segundo os fóruns de discussão onde as possiveis vitimas do golpe trocam informações, existem também, registros de pessoas lesadas que figuraram também em Minas, Tocantins e Mato Grosso do Sul, vitimas do mesmo golpe.


Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 472 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal