Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

12/05/2009 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Empresa do interior de SP aplica golpe milionário contra investidores

Vítimas fizeram aplicações com promessa de ganhos acima do mercado. Polícia acredita que o golpe tenha passado de R$ 1 milhão.

Investidores do interior de São Paulo e de Belo Horizonte foram vítimas do golpe do dinheiro fácil. Eles fizeram aplicações financeiras em uma empresa que oferecia ganhos reais acima da média do mercado. A empresa fechou as portas e os donos estão sendo procurados pela polícia.

A empresa tinha um endereço em São José dos Campos, a 97 km de São Paulo. Os vizinhos dizem que a família que morava no local se mudou há um mês. A empresa atraía o cliente com a promessa de ganhos de até 30% ao mês. Bem acima dos valores pagos por outros tipos de investimentos do mercado.

Michel Goia investiu em setembro do ano passado R$ 126 mil que acumulou durante os anos que trabalhou no Japão. Chegou a ganhar R$ 18 mil num mês. Até que o repasse dos rendimentos parou e, só então, ele descobriu que foi vítima de um golpe. "Pode até ser um pouco de infantilidade da minha parte, mas eu acredito que a Justiça possa resolver alguma coisa, pelo menos [me devolver] parte do dinheiro", disse a vítima.

Em São José dos Campos, 150 pessoas já registraram boletim de ocorrência contra a empresa, as vítimas dizem que outras 600 foram lesadas. A polícia acredita que o golpe tenha passado de R$ 1 milhão. Além do Vale do Paraíba, pessoas foram lesadas em outras regiões do estado de São Paulo e em Belo Horizonte. A polícia pediu quebra de sigilo bancário dos donos e dos funcionários da empresa.

A polícia informou que os donos estão sendo investigados por crime contra o sistema financeiro nacional, formação de quadrilha e estelionato. “Nós iremos solicitar ao juiz da Comarca o bloqueio das contas bancárias tanto da empresa, da pessoa jurídica, quanto da pessoa física. Ou seja, dos sócios”, afirma o delegado José Henique de Paula Ramos.

O economista Roberto Koga diz que o golpe serve de alerta para os novos investidores e que não há milagre no mercado financeiro. “Um gerente de banco vai orientar que é quase impossível, ou impossível, ter esse rendimento. Caia fora disso”, afirma. A aposentada Benedita Cardoso de Araújo, que perdeu as economias com o golpe, diz que agora aprendeu a lição. “Milagre não cai do céu. Tenho que ficar mais esperta agora”, diz.

O advogado contratado pela financeira disse que perdeu o contato com os donos da empresa. E que o cheque deixado pelos acusados como pagamento dos honorários não tinha fundos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 275 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal