Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

09/05/2009 - Folha da Região Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga novo tipo de golpe com uso de cheques

Por: Roberto Alexandre


Estelionatários estão aplicando um novo tipo de golpe em clientes que realizam pagamentos no comércio local com cheques. No último mês, cinco casos foram registrados no 1º Distrito Policial, responsável por ocorrências na região central da cidade. Nos golpes, estelionatários adulteram cheques que acabam sendo compensados com valor maior que o original.

Os casos registrados em Araçatuba ocorreram de forma semelhante. Depois de efetuado o pagamento em estabelecimentos comerciais por clientes idôneos, estelionatários se apresentam como se fossem parentes ou empregados da vítima. Eles alegam que o correntista quer o cheque de volta e oferece o pagamento em dinheiro. Sem saber de nada, o comerciante acaba recebendo a quantia e libera a folha de cheque.

A partir daí, os golpistas realizam a adulteração do valor no cheque. Em um dos casos, um cheque de R$ 48 chegou ao banco para compensação com valor de R$ 4.080,00. Em outro caso, um documento de R$ 30 foi transformado em um cheque de R$ 3 mil. As vítimas perceberam o golpe na conferência do extrato bancário.

A Polícia Civil apurou que todos os cheques foram depositados em agências bancária do Estado do Paraná. Acredita-se que as contas estejam em nomes de laranjas. Nos casos registrados em Araçatuba, os bancos se comprometeram a ressarcir o prejuízo dos clientes.

‘GENTILEZA’
Segundo a polícia, estelionatários também usam outras artimanhas para obter uma folha de cheque original. Em alguns casos, o correntista que vai até o banco apenas para descontar um cheque é enganado por uma pessoa que está na fila e se passa por cliente. Nesse caso, o estelionatário oferece o valor do cheque em dinheiro e alega que vai depositá-lo em conta própria. Muitas vezes, para fugir da fila, o cliente acaba aceitando a "gentileza".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 242 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal