Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/04/2009 - O Diario do Norte do Paraná Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpista preso em São Paulo tinha apartamento de luxo em Maringá

Por: Luiz de Carvalho

Estelionatário aplicava golpes contra pessoas de alto poder aquisitivo e foi capturado em um flat na capital paulista; em Maringá, ele já era conhecido da polícia.

O corretor Claudeir Alberto dos Santos, de 37 anos, que morava em um apartamento de luxo em um prédio do centro de Maringá e foi preso na segunda-feira (27) à noite em um flat de altíssima categoria em São Paulo, pode ser um dos maiores estelionatários que vinha agindo na região. Seus golpes renderam milhões de reais e, além de uma vida abastada, garantiram a ele uma ficha policial de cerca de 20 metros - e que segue aumentando.

De acordo com o delegado-adjunto da 9ª Subdivisão Policial de Maringá (SDP), Nilson Rodrigues da Silva, Santos se especializou em aplicar golpes contra pessoas ricas ou da classe média. Ele vendia terrenos que não eram de sua propriedade.

A polícia não tem idéia de quantos golpes desse tipo foram aplicados por Santos nem em quantas cidades ele atuou. Em Maringá, há anos ele tornou-se conhecido da polícia, sendo preso oito vezes pelo mesmo tipo de golpe, mas as autoridades acreditam que a ficha do estelionatário poderia ser bem mais extensa se todas as vítimas tivessem registrado queixa.

Acredita-se que, em muitos casos, a vítima não sabia o nome verdadeiro do golpista. Com a divulgação da imagem dele após a prisão, a polícia espera que surjam novas denúncias contra Santos. Inclusive oriundas de outras cidades e até mesmo outros Estados.

Além de “vender” terrenos à revelia dos proprietários, Claudeir dos Santos aplicou golpes também contra compradores de gado. Segundo a polícia, ele abordava fazendeiros e oferecia fazendas e rebanhos em outras regiões, chegando ao ponto de fretar avião para levar o virtual comprador para conhecer, do alto, as propriedades e os rebanhos. Ele teria feito várias vendas dessa forma.

Uma empresária de Maringá, que não quer ser identificada, perdeu mais de R$ 150 mil para o estelionatário, que ainda comprou um carro do filho dela e não pagou. Já um conhecido engenheiro foi ludibriado em R$ 60 mil ao envolver-se com “um projeto” que seria desenvolvido por Claudeir dos Santos em São Paulo. O estelionatário recebeu cheques do engenheiro, mas ao passar adiante usou cheques clonados.

O mandado de busca contra Santos foi expedido com base em denúncias feitas por suas vítimas nos últimos meses. Ele foi encontrado em um flat em São Paulo, onde, segundo disse, estava trabalhando como intermediador na venda de imóveis. Na opinião da polícia, possivelmente ele estava aplicando em São Paulo o mesmo golpe que já lhe rendeu muito dinheiro em Maringá.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 2328 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal