Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

28/04/2009 - Jornal de Negócios Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Itália apreende milhões de dólares em activos de quatro bancos


No âmbito das investigações sobre dívida municipal nos EUA, que estão a estender-se à Europa, as autoridades italianas apreenderam cerca de 300 milhões de dólares em activos de quatro bancos internacionais – JPMorgan Chase, Deutsche Bank, UBS e Depfa – cujos responsáveis foram acusados de fraude.

A Guardia di Finanza de Milão, a polícia financeira italiana, confiscou propriedades, contas bancárias e títulos bolsistas na segunda-feira, de forma a garantir que conseguirá arrecadar património no caso de os responsáveis daquelas instituições serem dados como culpados e os bancos forem responsabilizados, avança o “The New York Times”.

Estas apreensões derivam da gestão, por parte daqueles bancos, de obrigações municipais no valor 2,2 mil milhões de dólares e contratos financeiros relacionados, conhecidos como “swaps”, emitidos por Milão para substituir as obrigações que venciam em Junho de 2005. A acusação diz que aqueles bancos enganaram a cidade ao proclamarem falsamente que o negócio geraria poupanças.

Se todos os custos tivessem sido devidamente incluídos, todo o negócio teria sido ilegal nos termos de uma lei nacional que só permite a reestruturação da dívida se daí advierem poupanças, salienta o jornal nova-iorquino.

Alfredo Robledo, principal representante da acusação em Milão, diz que os bancos realizaram 130 milhões de dólares em lucros ilícitos na gestão dessas obrigações municipais, segundo uma investigação conjunta dos jornais “Il Sole 24 Ore” e “The International Herald Tribune”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 285 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal