Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

25/04/2009 - Jornal A Cidade Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Bando tenta clonar cartão no RibeirãoShopping

Por: Jucimara De Pauda


Um homem e uma mulher foram detidos ontem pelos seguranças do RibeirãoShopping suspeitos de instalarem equipamentos para clonar cartões de bancos nos caixas eletrônicos que ficam na parte externa do centro de compras.
A ação deles foi flagrada pelo circuito interno de TV do shopping. Os dois detidos tentavam usar o chamado “chupa-cabra”. O dispositivo eletrônico é colocado nos caixas de autoatendimento. Quando o cliente coloca o cartão para sacar o dinheiro, tem seus dados armazenados no equipamento.
A senha seria conseguida através das câmeras instaladas na parte superior do caixa eletrônico. A câmera filma as mãos de quem está digitando a senha.
Existe a suspeita de que uma segunda mulher estivesse em um carro estacionado próximo ao local com um laptop. Ela iria pegar, em tempo real, a senha dos clientes.
Segundo a assessoria de imprensa do shopping, os investigadores da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) foram chamados ao local por seguranças do centro de compras.
O casal foi preso em flagrante por tentativa de estelionato. Até o fechamento dessa edição, a mulher que estava no carro ainda não havia sido encontrada.
A Polícia Civil disse acreditar que o trio faça parte de uma quadrilha que age em todo o interior de São Paulo e é especializada na clonagem de cartões.
O casal preso ontem seria apenas um elo de uma quadrilha que tem vários membros, desde o instalador do equipamento até as pessoas que depois sacam o dinheiro.
“Vamos investigar se tem ramificações. Este tipo de coisa tem pessoas por trás de quem vai executar o trabalho. É um crime complexo que precisa ser melhor investigado”, afirmou o delegado José Gonçalves Neto, titular da DIG.

60 pessoas foram vítimas do golpe no João Rossi

Em março, 60 pessoas que usaram o caixa eletrônico que ficava na avenida Independência, em frente ao conjunto habitacional João Rossi, tiveram os cartões clonados.
A maioria das vítimas são funcionárias da DRS (Departamento Regional de Saúde). O prejuízo dos cliente girou em torno de R$ 500 a R$ 5.000.
Dias depois da ação dos golpistas, o banco retirou o caixa. Os clientes foram ressarcidos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 255 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal