Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/04/2009 - 24 Horas News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Tecnologia de ponta evita fraudes com Danfe sem validade fiscal


A utilização de modernas ferramentas tecnológicas de controle fiscal tem permitido à Secretaria de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz) evitar a concretização de fraudes contra o erário público. Neste mês, por exemplo, o órgão lavrou Termos de Apreensão e Depósito (TADs), no valor de aproximadamente R$ 37 mil (entre ICMS e multa), a duas transportadoras de cargas fracionadas, pelo fato dessas empresas terem transitado mercadorias no Estado com as respectivas notas fiscais eletrônicas canceladas.

Os documentos fiscais foram emitidos na saída das mercadorias, em São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná, e canceladas pelos próprios contribuintes do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) antes da entrada no território mato-grossense.

Assim, o Documento de Auxílio à Nota Fiscal Eletrônica (Danfe), cuja finalidade é acompanhar o trânsito das mercadorias, apresentado pelas transportadoras nos postos de fiscalização do Estado não tinha validade, pois as notas eletrônicas estavam canceladas, ou seja, significa que os produtos estavam desacompanhados de documentos fiscais, o que configura crime contra a ordem tributária.

A tentativa de fraude foi detectada por meio dos mecanismos tecnológicos criados e desenvolvidos pela Gerência de Controle Digital (GCDI) da Sefaz. Os TADs foram lavrados pela Superintendência de Fiscalização (Sufis), por meio da Gerência de Controle de Transportadoras (GECT), no Posto Fiscal Flávio Gomes, em Cuiabá.

O secretário de Estado de Fazenda, Eder Moraes, assinala que têm sido feitos investimentos na modernização da administração fazendária, a fim de aperfeiçoar a sistemática de controle fiscal. “Estamos socializando a tributação para que a concorrência seja leal em todos os segmentos da atividade econômica”, argumenta.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 223 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal