Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

24/04/2009 - Diário Catarinense Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

“Esquema é bem maior”

Entrevista: Sidney Dalabrida, PROMOTOR MILITAR

O promotor militar Sidney Dalabrida disse que há indícios de que o esquema de proteção ao jogo ilegal por parte de policiais militares é maior que o apurado pelas investigações da Operação Arrastão e existe em outras regiões além de Brusque e Tijucas, onde atuariam os suspeitos presos pela Polícia Federal (PF). Ele acredita que existem provas para condenar todos os 12 policiais militares que denunciou.

Diário Catarinense – Qual a avaliação que o senhor faz da Operação Arrastão?

Promotor Sidney Dalabrida – Em relação a investigação, foi muito bem realizada pela Polícia Federal. Fiquei surpreso porque, pelo que consta dos autos, o esquema é bem maior do que se supõe. Mostra que os denunciados e os que tiveram pedido de prisão solicitado fazem parte de um pequeno grupo dentro da corrupção que campeia nesta áreas de proteção aos jogos ilegais. O que mais surpreende é isto. Causa indignação o número de policiais envolvidos na corrupção. Além dos denunciados, há indícios em relação a outros, mas precisa de uma nova investigação. Não tenho elementos para denunciar.

DC – Quantos policiais militares não denunciados estão sob suspeita?

Dalabrida – Não tem um número determinado, mas tem pessoas que fazem menção a outros policiais de outras regiões durante as conversas (interceptadas). Então dá para perceber que se alastrou. É algo que não é apenas naquela região.

DC – Qual o nível de dependência do jogo ilegal da corrupção policial?

Dalabrida – O que sustenta o jogo ilegal em Santa Catarina é a corrupção policial. Tanto que a primeira coisa que um bingueiro faz antes de implantar (uma casa de jogos) é ver se ele consegue cooptar algum policial para poder fazer segurança para ele ou avisar sobre operações.

DC – E a respeito dos denunciados, qual a força das provas?

Dalabrida – A prova é contundente, é robusta no sentido de comprovar a participação de todos eles no esquema de proteção aos bingueiros em troca de valores em dinheiro.

DC – Qual a expectativa de quanto tempo para o julgamento?

Dalabrida – Acredito que seis meses seja um tempo razoável.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 427 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal