Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

23/04/2009 - Portal Terra Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeitos de fraude pela web são presos por suborno em SP


Quatro homens e uma mulher foram presos em flagrante na noite de quinta-feira, em Mongaguá, no litoral de São Paulo, acusados de integrar uma quadrilha que fraudava contas bancárias pela internet. No momento da prisão, integrantes do grupo teriam oferecido R$ 5 mil aos policiais. Os PMs fingiram aceitar a proposta e prenderam também uma empresária, namorada de um dos integrantes da quadrilha, que foi até o local para entregar um cheque com o valor do suborno.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP-SP), o grupo conseguia roubar dados sigilosos dos clientes e desviava o dinheiro das contas. De acordo com informações de uma denúncia anônima, quatro homens estariam uma casa na rua Osmar Pereira de Novaes, no bairro Itaguaí, com diversos cartões clonados e números de contas bancárias. Eles também estariam realizando transações bancárias pela internet.

Os policiais cercaram o local e foram recebidos por um cabeleireiro. Ao entrarem na residência, os PMs encontraram diversos cartões bancários, computadores, aparelhos celulares e documentos diversos.

Dentro da casa, os policiais abordaram e identificaram mais três integrantes do grupo. Durante revista pessoal, quatro porções de cocaína foram encontradas no bolso da jaqueta de um deles.

Os homens utilizariam internet móvel para fazer as transações e anotavam dados das contas bancárias e informações sigilosas de clientes em cadernos. Foram encontrados e apreendidos ainda diversos cartões clonados com as senhas dos clientes, aparelhos celulares, notebooks, três computadores, três pen drives, três atestados médicos falsos e uma folha de cheque.

Questionado pelos policiais, um deles admitiu que estavam realmente fazendo as transações bancárias na casa, que era alugada, e ofereceu a quantia de R$ 5 mil para tentar evitar a prisão. Os policiais fingiram aceitar e o acusado ligou para sua namorada, para que ela fosse até o local entregar o dinheiro.

Ao chegar, a mulher preencheu uma folha de cheque com o valor citado e, nesse momento, os policiais deram voz de prisão em flagrante para todos os envolvidos.

O grupo será indiciado por uso de documentos falsos, formação de quadrilha, corrupção ativa e porte de entorpecentes. Os quatro homens serão transferidos para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Praia Grande e a mulher, para a Cadeia Feminina de São Vicente.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 274 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal