Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

22/04/2009 - Zero Hora Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatário se passa por empresário de time de futebol gaúcho e faz vítimas em Santa Catarina

Famílias de adolescentes pagavam mensalidade de R$ 350 para falso empresário.

Policiais de Praia Grande, no Extremo-Sul de Santa Catarina, procuram por um homem que estaria se passando por empresário da Sociedade Esportiva e Recreativa de Caxias do Sul (S.E.R Caxias), time da primeira divisão do futebol gaúcho, e aplicando golpes no Estado.

O suspeito teria feito, pelo menos, cinco vítimas no município. Conforme a polícia, o estelionatário recruta jovens interessados em se tornarem jogadores profissionais de futebol, com a promessa de inscrevê-los no Centro de Formação de Atletas da Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias do Sul, em Caxias do Sul (RS).

As vítimas eram levadas a uma escolinha de futebol de mesmo nome, na cidade da Serra Gaúcha, porém o centro de formação não tem qualquer relação com o clube oficial.

Em troca, os pais dos adolescentes teriam que pagar, durante o período de avaliação, uma mensalidade de R$ 350. Para não levantar suspeitas, o falso empresário encaminhava relatórios com a suposta avaliação técnica e física dos atletas às famílias.
Há algumas semanas, os jovens catarinenses, que têm entre 14 e 17 anos, descobriram a farsa. Eles retornaram para casa e acionaram a polícia.

Os pais dos jovens, que preferem não falar com a imprensa, revelaram apenas que os filhos estão desmotivados e querem esquecer o caso.

A polícia também encontrou indícios da ação do estelionatário no Rio Grande do Sul. Pelo menos seis vítimas do interior gaúcho teriam registrado boletim de ocorrência contra o suspeito.

O proprietário do Centro de Formação de Atletas Caxias do Sul, Lairton Zandonai, diz que também foi enganado. O suspeito do crime pode responder por estelionato e falsidade ideológica.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 277 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal