Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

15/04/2009 - INFO Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Spam polui tanto quanto 3 milhões de carros

Por: Daniela Moreira


SÃO PAULO – A energia desperdiçada com todos os spams enviados no mundo ao longo de um ano seria suficiente para alimentar 2,4 milhões de residências nos Estados Unidos e gera a mesma emissão de gases de gases do efeito estufa que 3,1 milhões de automóveis consumindo 7,6 bilhões de litros de gasolina, segundo um estudo da McAfee.

A média de emissão de gases do efeito estufa associada a uma única mensagem de spam é de 0,3 grama de CO2, o equivalente a dirigir por um metro, mas ao multiplicar isso pelo volume anual de spam, é como dar volta ao redor da Terra 1,6 milhão de vezes, segundo a pesquisa.

A especialista em segurança publicou um relatório sobre a emissão de carbono associada ao processamento de spam em 11 países, incluindo o Brasil.

O estudo mostra que 80% do gasto de energia associado ao spam está concentrado nas atividades de apagar as mensagens indesejadas e resgatar os falsos positivos.

Já os filtros de spam respondem por 16% dos gastos enérgicos. A empresa sugere que se cada caixa de entrada fosse protegida por um avançado filtro de spam, as organizações e indivíduos poderiam reduzir o consumo de energia do spam em aproximadamente 75%. Isso equivaleria a tirar 2,3 milhões de carros das ruas.

Segundo a pesquisa, nos países onde uso da internet é mais disseminado, como Estados Unidos e Índia, o gasto de energia com spam também é maior.

O Brasil registrou media de gasto com spam similar a estes dois países, assim como Canadá, China e Reino Unido. Austrália, Alemanha, França, México e Espanha tiveram uma média 10% menor.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 275 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal