Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/04/2009 - Decision Report Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Índice de roubo de dados de cartão de crédito chega a 32% no Brasil

Por: Paula Zaidan


O roubo de informações de cartão de crédito no Brasil representa 32% das invasões na Internet realizadas pelos cibercriminosos por meio de códigos maliciosos. Em seguida, o relatório Symantec sobre Ameaças de Segurança na Internet Volume XIV – Internet Security Threat Report – de 2008, divulgado pela companhia nesta terça-feira, 14 de abril, revela que os bancos brasileiros respondem por 19% de crimes digitais.

“Apesar de as operadoras de cartão de crédito investirem recursos para o cumprimento da regulamentação prevista pelo PCI Security Stantards Council, com prazo para conclusão até 2010, o índice de roubo de informações continua crescente”, observa o diretor de engenharia de sistemas da Symantec para América Latina, Paulo Vendramini.

O PCI Security Standards Council - formado pelas operadoras de crédito American Express, Discover Financial Services, JCB International, Mastercard e Visa – criou uma norma de segurança em 2006 para evitar o roubo de trilhas de cartão de crédito no mercado e, recentemente, impôs multa às empresas que não tiverem tal certificação até 2010. Para algumas delas, o prazo vai até dezembro de 2009.

“Mesmo que a maioria das empresas de cartões de crédito invistam na adequação à norma do PCI é necessário observar o gerenciamento do ambiente de Segurança da Informação, integrando metodologia, processo e produto”, diz Vendramini. “Falhas na Segurança da Informação corporativa geralmente ocorrem pela falha de uma das pontas desse tripé”.

O executivo lembra que não basta melhorar a infraestrutura de Segurança da Informação frente à regulamentação do PCI, mas as operadoras de cartão de crédito devem ficar atentas a períodos sazonais do comércio, quando os cibercriminosos criam páginas falsas de compras pela internet. “Nesses períodos, o índice de phising aumenta e, muitas vezes, o consumidor só será roubado alguns meses depois. Vale lembrar que, de acordo com o relatório, 90% de todas as ameaças detectadas pela Symantec durante o período de 2008 visavam roubo de informações confidenciais de usuários”, explica.

Alvo

Segundo o relatório da Symantec – que a partir de 2008 passa a ser divulgado anualmente -, as invasões pela Internet atingem os maiores índices, principalmente em Países de economias emergentes, a exemplo do Brasil que passou a ocupar o 5º lugar no ranking global de ataques contra a 12ª posição em 2007.

Grande parte das invasões acontecem no ambiente da internet e, embora houve um decréscimo no número de vulnerabilidade em 2008 (12,885) comparado com 2007 (17,697), a qualidade de ataques evoluiu.

O estudo revela ainda que o País ocupa a liderança em atividades maliciosas na América Latina, contabilizando 34% do total. Os Estados Unidos ainda ocupa a liderança no ranking de origem de ataques contra alvos mundiais, com 25% de todos os ataques detectados.

“A explicação para esse crescimento de ataques no Brasil, bem como em países emergentes, se dá pelo aumento no índice de uso da banda larga, crescimento de aproximadamente 30% no mercado brasileiro em 2008. Isso significa que o novo usuário de internet não tem maturidade para identificar possíveis ataques e como se proteger deles”, explica Vendramini quando lembra também da explosão de compras de PCs e notebooks nos últimos dois anos.

O Relatório identificou que, além do uso de infraestrutura de Países Emergentes para ataques, os cibercriminosos obtém informações de usuários finais na Internet por meio de sites legítimos e com grande tráfego. O número de códigos maliciosos continua crescendo e há uma maior organização do mundo do crime digital. “O grande objetivo desses grupos é o ganho financeiro”, destaca Vendramini.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 387 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal