Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

14/04/2009 - TV Canal 13 / BBC Brasil Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Mais da metade dos vírus no Brasil roubam dados, diz Microsoft


Mais da metade dos computadores brasileiros desinfetados pela Microsoft no segundo semestre de 2008 continham vírus do tipo Trojan, ou Cavalo de Troia, que têm o objetivo de roubar dados, segundo um relatório divulgado pela empresa semana passada.

Os tipos mais encontrados são o Win32/Bancos e o Win32/Banker, ambos softwares que visam capturar detalhes bancários da vítima, como números de contas e senhas.

O Win32/Bancos envia as informações capturadas por e-mail, FTP ou postando no site do responsável pelo ataque. Eles são escritos na linguagem de programação Visual Basic.

Já o Win32/Banker costuma aparecer disfarçado de cartões virtuais.

A Microsoft afirma que, durante o segundo semestre do ano passado, desinfetou 843.698 máquinas no Brasil que continham os Trojans especializados no roubo de senhas e monitoramento remoto de máquinas.

Este número representa, segundo a empresa, um aumento de 2.133% em relação ao primeiro semestre do ano passado.

Taxa de infecção

O relatório, intitulado Security Intelligence Report, afirma que o Brasil permanece sendo um dos países com as maiores taxas de infecção, com um índice (CCM) de 20,9 máquinas infectadas para cada mil avaliadas.

Apenas a Sérvia (CCM de 77,0) e a Rússia (CCM de 21,1) teriam índices maiores.

No outro extremo, entre os menos atacados, estão localidades asiáticas como o Vietnã (CCM de 1,3), Filipinas (CCM de 1,4), Macau (CCM de 1,5) e o Japão (CCM de 1,7).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 383 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal